Repórter Willian Kury/ Radio Bandeirantes

Está internado em um hospital psiquiátrico de São Paulo o químico Andreas von Richtofen, de 29 anos – irmão de Suzane, presa desde 2002 após planejar a morte dos próprios pais.

O homem foi detido nesta terça-feira, pela Polícia Militar, no momento em que dormia no quintal de uma casa, invadida por ele horas antes.

Andreas foi levado a um hospital e disse que estava “paranoico”.

O mestre em Letras Nelson Pereira Santana, que dava aulas na Faculdade Anhanguera, em São Paulo, foi colega de Adreas von Richthofen entre os anos de 2014 e 2015.

Santana relata que Andreas sofria pelo fato que marcou o sobrenome Von Richthofen:

Aos policiais militares, Andreas admitiu o “uso esporádico” de álcool e maconha.

Na faculdade onde von Richtofen dava aulas, os professores não suspeitavam de qualquer abuso neste sentido:

Para o professor Nelson Santana, o próprio ambiente acadêmico pode ter contribuído para que Andreas von Richthofen se tornasse cada vez mais recluso.

Ele comenta que o irmão de Suzane não fez amizade com outros professores da faculdade:

Detido e internado nesta terça-feira, Andreas von Richthofen teve autorização para ser transferido, na manhã desta quarta, para um hospital psiquiátrico.

Doutor em química pela USP e com um brasão da família no bolso, o filho caçula da família Richthofen estava em péssimas condições de higiene e com ferimentos e roupas rasgadas pelas lanças do portão do imóvel.

Já Suzane Richthofen, condenada pela morte dos pais, cumpre pena na prisão em Tremembé, no interior paulista; ela está no regime semiaberto.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome