Apesar da suspensão liminar do reajuste de impostos no setor de combustíveis, a reportagem da BandNews FM constatou que os preços permanecem praticamente inalterados.

Entre as cidades que compões a nossa rede, apenas em Curitiba e Salvador ouvintes relataram uma leve redução no valor da gasolina, mas ainda com preço superior ao da última quinta-feira, quando o Planalto anunciou a elevação do PIS e da Cofins.

Na capital do Paraná, alguns motoristas encontraram uma redução quase imperceptível, mas em poucos estabelecimentos: de R$ 3,69 para R$ 3,55.

Em Salvador, a queda máxima foi de R$ 0,10, sendo que antes do reajuste o combustível estava cerca de R$ 0,40 mais barato.

Mas, a maioria dos estabelecimentos de Salvador e Curitiba mantém hoje o preço reajustado na última sexta e durante o final de semana.

Em Porto Alegre, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Fortaleza e João Pessoa, a liminar da Justiça não teve qualquer efeito.

Os motoristas continuam encontrando diesel, etanol e gasolina com valores bem acima dos praticados no começo da última semana.

Na capital fluminense, por exemplo, a maioria dos postos vende hoje a gasolina com valor por litro entre R$ 3,80 e R$ 4,40, sendo que antes do reajuste o preço estava entre R$ 3,70 e R$ 4,20.

Procurados pela BandNews FM, sindicatos que representam os donos de postos afirmaram que aguardam um posicionamento de instâncias superiores, que podem manter ou derrubar a liminar.

Em algumas capitais, como Fortaleza e João Pessoa, o Procon está investigando e até já autuou estabelecimentos que “aumentaram abusivamente” o preço dos combustíveis na última semana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome