A Justiça Federal de São Paulo arquiva a denúncia contra Neymar pai, o presidente do Barcelona Josep Bartomeu e o antecessor Sandro Rossell por sonegação fiscal e falsidade ideológica.

O MPF afirmava que a família do craque do Barcelona não cumpriu as obrigações tributárias entre 2011 e 2013.

Segundo o processo, a sonegação foi de aproximadamente R$ 200 milhões.

O pai de Neymar enviou uma nota à Rádio Bandeirantes comemorando a decisão.

De acordo com ele, “foi com grande felicidade que recebemos a notícia do arquivamento da denuncia de sonegação fiscal pretendida pelo Ministério Público Federal. O processo está oficialmente encerrado, isso prova a licitude de todos os nossos atos. Foram 4 anos de acusações infundadas em que eu, minha família e os funcionários de minhas empresas sofremos muito, de todas as formas possíveis. Mas apesar de muitos duvidarem, há sim justiça em nosso país. Acusação por acusação, uma após outra, foram todas derrubadas por nossa defesa, deixando explícito que não sonegamos sequer um centavo de imposto.”

O pai de Neymar ainda fez um pedido: “espero agora que possamos nos concentrar apenas no trabalho e que minha família tenha a paz que merece.”

Já o Ministério Público Federal disse que “ainda não teve acesso à decisão e que se manifestará sobre ela apenas após uma análise detida dos autos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome