Três anos depois da morte do então candidato à Presidência da República Eduardo Campos, ninguém foi responsabilizado pela tragédia.

O primeiro relatório finalizado sobre o desastre aéreo é contestado pela família do político:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome