Um dos maiores nomes da história do skate, Bob Burnquist foi eleito no último fim de semana presidente da Confederação Brasileira da modalidade, a CBSK. E ele chega com o desafio de tentar resolver o impasse que surgiu com a entrada do skate nos Jogos Olímpicos, a partir de Tóquio/2020.

O problema começou quando o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) reconheceu a Confederação Brasileira de Hockey e Patins (CBHP) como responsável por organizar o processo olímpico do skate, e não a CBSK, porque a Confederação dos skatistas não seria associada a uma entidade internacional filiada ao Comitê Olímpico Internacional.

Em entrevista à Rádio Bandnews FM, Bob Burnquist mostra otimismo e confia que esse problema será resolvido antes do que se imagina para que “os skatistas cuidem do skate”. Ele terá a ajuda de outro ídolo da modalidade: Sandro Dias é o novo diretor de esportes da CBSK.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome