No próximo dia 30 de outubro, o lateral direito Cicinho será apresentado oficialmente pelo Brasiliense, do Distrito Federal, como reforço para a próxima temporada. Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, ele não vê a hora de iniciar os treinos com bola, depois de quase um ano parado. “É como se eu estivesse começando a jogar futebol de novo”, disse em entrevista ao repórter Arthur Covre na Rádio BandNews FM.

O jogador de 37 anos revela, porém, que ainda não tem a situação totalmente regularizada para ser inscrito na CBF. Falta a liberação de alguns documentos por parte do Sivaspoor, da Turquia, o último clube por onde passou antes de voltar ao Brasil. “Quando me lesionei, existia uma possibilidade de que eu pudesse retornar ao clube turco. Como eu decidi não voltar, temos essa dificuldade que deve ser resolvida o mais breve possível”.

No Brasiliense, Cicinho vai reencontrar o meia Souza, ex-companheiro de São Paulo, além de outros atletas experientes como os atacantes Reinaldo e Nunes. No entanto, o lateral ressalta que a maior parte do elenco é formada por jogadores jovens. Por isso, ele quer servir de exemplo depois de ter conseguido vencer o alcoolismo.

Cicinho revela ainda que conversou com Nilmar que está afastado do Santos para tratar de uma depressão. “Eu falei com o Nilmar que atendeu uma mensagem minha, até porque nós somos amigos, jogamos no Villareal juntos. Ele queria me ouvir para tentar entender o que está vivendo porque eu passei por situação parecida. Procurei dar conselhos, auxiliar de alguma maneira e estou orando para que ele consiga superar esse momento”.

A entrevista completa com Cicinho vai ao ar neste sábado (07) na edição especial do programa BandNews na Área que vai ao ar às 16h, no horário de Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome