Apresentado pela Confederação Brasileira de Basquete como novo técnico da seleção masculina, Aleksandar Petrovic garante que está preparado para o desafio, apesar do pouco tempo para os treinos. O croata já vai comandar a equipe pela primeira vez no próximo dia 24 de novembro, no jogo contra o Chile, na rodada que abre as eliminatórias para o Mundial de 2019 na China. Três dias depois, o confronto será com a Venezuela no Rio de Janeiro.

Nas primeiras janelas da fase de classificação, Petrovic não poderá convocar os atletas da NBA. Mas, ele já faz um alerta para as próximas listas. “Uma coisa tem que ficar clara. Na terceira e na quarta janela para as eliminatórias, eu poderei convocar todos os jogadores, inclusive os da Europa e da NBA. Caso alguém não queira jogar essas partidas, estará fora dos planos para o Mundial de 2019 na China”, ressalta o croata.

Aleksandar Petrovic tem 58 anos e é irmão de Drazen Petrovic, considerado o maior jogador de basquete da história da Croácia e que faleceu em um acidente de carro em 1993 quando vivia o ápice da carreira na NBA.

Como técnico, trabalhou em equipes da Croácia, Espanha, Itália e Polônia. Depois, treinou a seleção croata em três ocasiões. A última terminou em setembro, com a eliminação do Campeonato Europeu de Basquete, com derrota para a Rússia nas oitavas de final. Como atleta, conquistou uma medalha de bronze nos Jogos de Los Angeles em 1984 e outras duas também de bronze nos Mundiais de 82 e 86.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome