Foto: Gabriel Lordêllo

A Prefeitura da cidade investiga casos suspeitos de terem contraído o vírus da doença. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram registrados 14 suspeitas de febre amarela em outubro, sendo que quatro já foram descartados depois de exames e outras dez continuam sob investigação.

Ainda não há a confirmação de onde essas pessoas são, mas já se sabe que uma delas viajou recentemente à África.

Até agora, a Prefeitura informa que não há nenhum caso autóctone de febre amarela, ou seja, que tenha sido contraído na capital paulista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome