Um ano depois de conquistar a medalha de bronze na Olimpíada do Rio de Janeiro, a nadadora Poliana Okimoto desistiu do ciclo olímpico para Tóquio/2020 e resolveu se aposentar aos 34 anos. Em entrevista à Rádio BandNews FM, ela se diz decepcionada com a falta de patrocínios e também revela a intenção de dar mais atenção à vida pessoal. “Já comecei a pensar nisso quando perdi parte da minha estrutura de treino. Fiquei imaginando como seria a preparação para os próximos Jogos sem a equipe de apoio que eu tinha”.

A única medalhista olímpica da natação feminina do Brasil se diz decepcionada com a forma como terminou o contrato de patrocínio que ela tinha com os Correios. “Eu fiquei chateada pela forma como aconteceu porque acabou o meu contrato e não se falou mais nisso. Ninguém me procurou para dar uma satisfação.”

Antes da aposentadoria, Poliana Okimoto vai disputar mais duas competições profissionais ainda neste ano: o Troféu Open e o Rei e Rainha do Mar, tradicional prova de maratona no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome