Em entrevista exclusiva à Band News FM, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou que o reforço no envio das vacinas contra a febre amarela para os municípios vai depender dos dados da Vigilância Sanitária de cada estado:

A produção de vacinas contra a febre amarela no Brasil tem potencial para cobrir toda a população e ainda garantiria as exportações, é o que afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante entrevista exclusiva à Band News FM:

Ao ser questionado em relação aos números de casos de febre amarela, o ministro da Saúde Ricardo Barros explica por que o Brasil nunca ficará livre da doença:

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explica quais são os dois grupos de pessoas que não podem tomar a vacina contra a febre amarela:

Em entrevista exclusiva à Band News FM, o ministro da Saúde afirma que não há risco algum de o país ficar sem a quantidade necessária de vacinas contra a febre amarela.

Ricardo Barros disse que um estudo da FioCruz mostra que a imunidade proporcionada pela dose fracionada é a mesma da dose integral:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome