Depois de três dias seguidos na Vila Kennedy, a partir de hoje, a comunidade da Zona Oeste passa a contar com um efetivo permanente de 300 militares das Forças Armadas.

Eles vão cumprir escala de patrulhamento simultâneo ao realizado pela Polícia Militar ao longo do dia. À noite, a atribuição será exclusiva da PM.

As informações foram divulgadas agora a pouco pelo Comando Militar do Leste, responsável pelo Comando Conjunto das ações de Intervenção Federal no estado.

Assim como aconteceu ao longo da semana, as Forças de Segurança vão manter o cerco, estabilização da área e remoção de barricadas do tráfico, assim assim como o cumprimento de mandados judiciais pela Polícia Civil.

Ontem, depois da primeira ação da Secretaria Municipal de Ordem Pública que derrubou barracas de ambulantes, o prefeito Marcelo Crivella repudiu a forma ostensiva e determinou o afastamento dos funcionários envolvidos.

MORRE ESPOSA DE UM PM BALEADA

Em mais um caso de violência, a esposa de um PM foi baleada após o marido reagir a um assalto, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Janaína Helena da Silva, de 27 anos, foi atingida no rosto, em Deodoro, bairro com alguns quartéis do Exército.

O soldado Bruno de Oliveira estava com a mulher quando sete criminosos faziam um arrastão, abordando motoristas na Estrada Marechal Alencastro. O carro do casal ficou com diversas marcas de tiros.

Socorrida de ambulância para o Albert Schweitzer, em Realengo, Janaína foi transferida para outro hospital, o Salgado Filho, no Méier, Zona Norte, por causa da complexidade.

A bala ficou alojada no pescoço e ela não resistiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome