Três bases sírias de armazenamento e produção de armas químicas são atingidas por mísseis lançados numa ação conjunta dos Estados Unidos, Reino Unido e França.

A Rússia – que apoia o regime do ditador Bashar Al Assad – não deve declarar guerra aos Estados Unidos, mesmo após os ataques ocorridos na noite de ontem em Damasco e Homs, na Síria.

A afirmação é do especialista em relações internacionais, Marcus Vinicius de Freitas:

Para Marcus Vinicius de Freitas, o presidente russo Vladimir Putin não iria se expor às vésperas da Copa do Mundo:

O especialista em relações internacionais ressalta que os ataques em pontos específicos mostram que houve um grande trabalho de inteligência antes da ação:

O Pentágono anunciou que três alvos foram atingidos na Síria.

São eles um centro de pesquisa e produção de armas químicas e biológicas em Damasco e um armazém de armas químicas em Homs, a leste de Damasco.

Além de uma base na mesma cidade que também teria armas químicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome