Crédito: Agência O Globo

O homem apontado como um dos responsáveis pelo estupro coletivo de uma jovem no morro da Barão em 2016 foi morto durante uma ação policial. Desde a noite de sexta-feira, mais de três mil homens das Forças de Segurança Federais e estaduais atuaram em sete comunidades da Zona Oeste do Rio.

Sérgio Luiz da Silva, conhecido como “Da Russa” trocou tiros com policiais no Complexo do Lins, na Zona Norte, local para onde o bandido costumava fugir, segundo o Comando Militar do Leste.

A ocupação nas comunidades não deve ser permanente como aconteceu na Vila Kennedy no início do processo de Intervenção Federal. No entanto, o porta voz do CML, coronel Carlos Cinelli afirma que as tropas devem ficar em patrulhamento intensivo na região.

Ouça a matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome