O aluguel de bicicletas em São Paulo aumentou 34% na primeira semana de greve dos caminhoneiros, segundo uma das empresas que oferece o serviço a cidade.

Já o número de cadastros para liberação das bikes mais do que dobrou: foi de 1.789 entre os dias 14 e 20 de maio para 3.974, segundo a operadora do sistema de compartilhamento.

Ontem, a empresa responsável pelo aluguel registrou um recorde de viagens de bicicletas na capital paulista, contabilizando quase 5 mil.

A greve dos caminhoneiros afetou o abastecimento de ônibus e carros de passeio. A prefeitura de São Paulo chegou a reduzir a frota a menos da metade em alguns dias – hoje, 70% dos coletivos estão nas ruas, segundo a administração municipal.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome