Foto: Picture-alliance/Augenklick/GES/W. Eifried

Nesta Sexta-Feira, após recusar a liberação do áudio da conversa entre o árbitro e o VAR, durante o gol suíço contra o Brasil. Em uma apresentação para jornalistas, a FIFA revelou o conteúdo da comunicação que levou a não marcação da falta.

O chefe de arbitragem da Fifa, Pierluigi Collina, declarou que o áudio não foi liberado antes por não considerar adequado a divulgação durante a primeira fase da Copa do Mundo. O áudio mostra que o VAR avaliou o lance como “um empurrão muito leve”.

Segundo Collina, ainda não há uma perfeição, mas que caminha no rumo certo. O acerto com o VAR foi acima de 99%, com uma média de 6,9 lances por jogo. Por fim, afirmou que uma correção no comportamento dos árbitros foi feita.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome