Operando há pouco mais de duas semanas em São Paulo, a Yellow – sistema de compartilhamento de bicicletas – diz que já havia calculado eventuais prejuízos com o furto de peças e até de bikes. O serviço funciona por meio de aplicativo com monitoramento por GPS.

As bikes contam com travas e podem ser deixadas ou alugadas em qualquer lugar; inicialmente, pouco mais de 500 estão circulando na capital paulista. Imagens enviadas por ouvintes da BandNews FM mostram bicicletas da Yellow sem rodas, bancos, freios e até sendo carregada em um carrinho de compras – essa, segundo a empresa, foi recuperada.

As bicicletas são exclusivas, com peças que não cabem em outra. Essa é uma das estratégias da Yellow, segundo o diretor de Comunicação e Marketing, Luiz Marques: “Boa parte das peças é feita sob medida. Então, só a bicicleta Yellow tem essas peças. Por isso que, nesse começo, vão ter as pessoas que vão arriscar roubar, mas em pouco tempo elas vão perceber que não vale a pena”.

Ouvintes da BandNews FM relataram várias bicicletas da Yellow danificadas pela cidade de São Paulo.    Foto: Aline De Nadai/@nadainsta_

Apesar dos furtos, a empresa diz que ainda vai disponibilizar quase 20 mil bicicletas até o fim do ano. Antes de ser lançado, de acordo com o diretor, o serviço foi apresentado aos órgãos de segurança: “Tem acontecido alguns casos, mas estão abaixo do previsto. A gente teve algumas conversas com a polícia, principalmente a Polícia Militar, e tudo está sendo feito de um jeito muito conversado”.

A bike da Yellow não tem um ponto específico para a entrega; basta pegá-la e deixá-la em qualquer lugar. O serviço é liberado por uma tranca integrada à roda traseira. A empresa já fez boletins de ocorrência, mas disse que os dados são sigilosos.

13 COMENTÁRIOS

  1. Uma pena, o brasileiro não tem maturidade suficiente para a civilidade, nitidamente prefere o subdesenvolvimento. Iniciativas como essa devem ser comemoradas e espalhadas Brasil a fora, mas com aparato suficiente para punir quem não souber utilizar o serviço.

  2. Realmente bacana, vi isso em Santiago achei espetacular. Pega e deixa em qualquer lugar, mas acho que lá a educação é outra é visto como um bem para a população. Aqui já fica mais difícil.

  3. Os espíritos de porco da vida…
    Já dizia a bandeira brasileira “Ordem e Progresso”
    É o que mais precisamos, mas sem civilidade, fica realmente difícil

  4. Pena que não vem com dispositivo para evitar furto como uma eletrocussao caso tente desmonta la… só assim para acabar com o mal pela raiz.

  5. Pena brasileiro não ter a educação devidamente , nas coisas mais simples, atitudes como esse simplesmente é uma vergonha em todos sentindo

  6. Parabéns pelo projeto.
    São pessoas inovadoras e determinadas como a equipe da Yellow que nos dão a oportunidade de ter algo diferente na nossa cidade de pedra.
    Realmente é muito triste 😢 ver as bikes sendo danificadas.
    Mas vamos acreditar e apostar que tudo vai melhorar.

  7. Todo castigo pra brasileiro ainda é pouco…..
    Dificilmente vêmos iniciativas iguais essas, e quando acontece aparece esses vermes pra fazer isso….

  8. alguém leu que os idealizadores mencionaram que os furtos ocorridos estão ABAIXO do esperado??
    O ideal era ser ZERO? Claro!! Mas não existe paraíso na Terra!

  9. Volto p completar minha postagem, c este tipo de comportamento fica claro PK não sabemos escolher nossos governantes, sem educação fazemos do voto uma arma e a vítima somos nós mesmos…

  10. INICIATIVA DE PRIMEIRO MUNDO !!!! NÃO PROJETO PARA O QUINTO MUNDO …. DELINQUENTES PODEM COLOCAR TUDO A PERDER !!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome