Foto: Marcus Sadok

Atrasos na liberação de verba do BNDES e conflitos com o IPHAN impediram que uma reforma fosse feita no sistema elétrico do Museu Nacional para impedir que um incêndio, como o de ontem, causasse graves danos ao prédio.

Segundo Marcos Pereira Vilela, engenheiro eletricista da UFRJ lotado no Museu, há mais de cinco anos a administração pública aguardava recursos do banco para o museu, o mais antigo do Brasil.

Em entrevista à BandNews FM, o engenheiro não descartou que um problema no sistema elétrico – em constante mudança, segundo ele – possa ter causado a tragédia. De acordo com Marcos Pereira Vilela, ainda não é possível tipificar tudo o que foi salvo do incêndio por conta da correria na hora do acidente.

Entre os itens resgatados, estão uma onça empalhada e alguns animais, como cobras, que estavam mergulhadas em álcool.

6 COMENTÁRIOS

  1. Sabe de quem é a culpa? Do povo preguiçoso, sem vergonha e sem educação, que não move uma palha pra mudar esse sistema sacana, que coloca o Brasil nos últimos lugares em índices de civilização. Palmas para a Cidade Maravilhosa, digníssima fornecedora de futebol.bundas, shshshshshshhshshshshsh, e tudo que acaba se sintetizndo em “cultura” brasileira tipo exportação.

    • Luiz, é o DNA do brasileiro , especialmente o carioca, que não liga para porra nenhuma , a não ser futebol , cachaça, carnaval, praia , funck e outras babacagens mais !!! Preste atenção no candidato a governador lider nas pesquisas !! Precisa dizer algo mais??

  2. Desculpe, segundo o jornal OESP (site eletronico) ontem, essa verba de R$ 21mi seria para a “FASE 3”, e teria havido já um desembolso do BNDES de R$ 24mi para duas fases anteriores (1 E 2). A se confirmar a notícia, acredito de relevante interesse a Rede Band – que tem feito excelente cobertura no rádio e TV dessa tragédia – investigar o quanto deste dinheiro público do BNDES foi disponibilizado, quando e onde aplicado, e sob que critérios de prioridades!

  3. Vamos divulgar esse fato…A esquerda planejou a destruição da nossa história, nada justifica décadas de falta de manutenção, pois o dinheiro foi recebido!
    Reitor do Museu: Roberto Leher – filiado ao PSOL;
    Vice-reitora: Denise Fernandes Lopez – filiada ao PSOL;
    Pró-reitor de graduação:Eduardo Gonçalves – filiado ao PCB;
    Pró-Reitor de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças:Roberto Antonio Gambine Moreira – filiado ao PCdoB;
    Pró-Reitora de Extensão:Maria Mello de Malta – filiada ao PSOL;
    Pró-Reitor de Pessoal: Agnaldo Fernandes – filiado ao PSOL.

  4. Nem a decretação de um Luto Nacional foi cogitada.
    É uma vergonha alheia, comoção nacional, uma tragédia sem precedentes.
    “Povo sem memória é povo sem história, sem raízes e sem identidade.”
    Um outro pensador diz: “Um povo que não preocupa em preservar sua memória perde-se na história e se aniquila a curto prazo, na sua cultura. (Pajo)”
    E, infelizmente, se nada for feito para tirar de cena este bando de comunista que vem ANIQUILANDO nosso país, voltaremos ao um passado, não tão distante, da escravidão, mas agora, escravidão política, ideológica e comunista.
    Brasil Acima de Tudo!
    Deus Acima de Todos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome