A foto do título palmeirense com jogadores e diretores. (Foto: Arthur Covre/Rádio BandNews FM)

O Palmeiras conquistou neste domingo (25) o decacampeonato do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecedência. O título veio após o Verdão derrotar o Vasco da Gama, por 1 a 0, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. O autor do gol foi o atacante Deyverson já na etapa final.

O primeiro tempo teve poucas chances de gol e o time da casa estava melhor em campo. O Palmeiras voltou mais disposto do intervalo, controlou as ações e marcou, aos 27 minutos, depois de uma boa troca de passes rápidos que terminou com a conclusão dentro da área.

Com uma rodada ainda para ser jogada, o Palmeiras acumula 77 pontos (22 vitórias, 11 empates e 4 derrotas) e registra o melhor ataque (61 gols marcados) e a melhor defesa (24 gols tomados).

A festa dos torcedores palmeirenses em frente ao Allianz Parque, casa alviverde. (Foto: Alinne Fanelli/Rádio BandNews FM)

A conquista alviverde vem impulsionada por uma sequência de 22 partidas sem derrota na competição nacional – a maior invencibilidade palmeirense desde 2003, quando o torneio passou a ser disputado no formato dos pontos corridos.

A taça consagra o elenco mais caro e qualificado do Brasil, mas também o técnico Luiz Felipe Scolari. O retrospecto positivo se deve, em grande parte, ao trabalho de Felipão. Desde que assumiu o comando do time, na 17ª rodada, o Palmeiras nunca mais perdeu no Brasileirão. O lamento ficou pela eliminação para o Boca Juniors na semifinal da Copa Libertadores da América.

FICHA TÉCNICA – VASCO DA GAMA 0 X 1 PALMEIRAS

Árbitro: Rafael Traci (PR); Renda: R$ 596.810,00; Público: 21.966.

Gols: Deyverson 27 do 2º tempo.

Cartões amarelos: Desábato, Leandro Castán, Andrey e Andrés Ríos (banco) (Vasco); Felipe Melo, Bruno Henrique, Gustavo Gómez, Deyverson e Jean (Palmeiras); Expulsão: Yago Pikachu (Vasco) 48 do 2º.

VASCO: Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Henrique (Willian Maranhão 21 do 1º); Desábato (Raul 11 do 2º), Andrey, Thiago Galhardo, Yago Pikachu e Kelvin (Marrony 31 do 2º); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

PALMEIRAS: Weverton, Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima (Gustavo Scarpa 23 do 2º); Dudu, Borja (Deyverson 15 do 2º) e Willian (Jean 28 do 2º). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Vocês estão dizendo que o Palmeiras é o maior Campeão Brasileiro e que um time que vence o Brasileirão 3 vezes é um super campeão.

    O Cruzeiro agradece, sensibilizado, o elogio, já que também venceu o Brasileirão 3 vezes e foi CAMPEÃO Brasileiro 10 vezes.

    Com um detalhe: até 10 minutos atrás, era o único time a ter realizado esta façanha – o Palmeiras acaba de se igualar a nós…

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome