Foto: Lula Marques/Folhapress

Nesta quarta (28), o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) deve decidir se autoriza ou não Palocci a cumprir o restante de sua pena em casa, em regime semiaberto e sob monitoramento. A informação é da nossa colunista Mônica Bergamo.

A ex-presidente Dilma Rousseff deve ser um dos alvos preferenciais dos depoimentos ainda inéditos da delação premiada de Antonio Palocci. Até agora, o foco dos relatos do ex-ministro da Fazenda estava voltado para Lula.

De acordo com pessoas familiarizadas com as negociações entre Palocci e a Justiça, dados novos devem aumentar o cerco a Dilma, já tornada ré em uma ação que corre em Brasília.

Segundo a coluna, as informações que circulam entre investigadores e advogados preocupam integrantes do PT que acompanham o assunto de perto. Há o temor de que ela seja alvo de alguma medida cautelar mais drástica.

Ouça o comentário completo:

3 COMENTÁRIOS

  1. Com certeza deve liberar, faz a delação e adeus prisão, os caras que estão roubando agora, já estão calculando o custo delação, quanto tempo vou ficar preso, custo benefício do roubo e quanto milhões vou devolver, quanto vou esconder, isso é Brasil, ao invés de Lava jato, tinha que ser lava a fogo, com fuzilamento de político ou funcionário público corrupto.

  2. Alguma duvida sobre o veredito? Palocci já fez o serviço sujo que lhe foi proposto, a liberdade é questão de tempo, pouco tempo.

  3. Palocci é corrupto todos sabem, porém tem que dar credibilidade nas suas declarações e colocar toda a cúpula do PT na cadeia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome