A Vale, mineradora responsável pela barragem que se rompeu na cidade de Brumadinho, afirma que 300 funcionários estavam trabalhando na empresa durante a tragédia na região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro, o presidente da mineradora, Fábio Schvartsman, disse que criou um Comitê de Ajuda Humanitária para prestar atendimento às vítimas.

O grupo será formado por assistentes sociais e psicólogos.

Além disso, a Vale disse que está providenciando hospedagem aos atingidos.

2 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade o nome do comitê está errado deveria ser comitê de ajuda a Vale a limpar a lambança ….pois está não está ajudando a ninguém só tentando iniciar a limpeza do crime que cometeu.

  2. Qdo a poeira abaixar saem fora,assim como foi em Mariana,a impunidade aos seus dirigentes causa isso,mais outra vai vir por ai,é mais barato ter 1 bi bloqueado do que dar manutenção em suas barragens.A vida do brasileiro vale pouco para eles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome