A Polícia Militar confirma que pelo menos 10 pessoas foram da Escola Raul Brasil, em Suzano, morreram. De acordo com a PM, dois homens teriam invadido a unidade, atirado e cometido suicídio. O colégio fica na Rua Otávio Miguel da Silva, perto da estação de trem Suzano, da linha 11-Coral da CPTM.

O ouvinte Luciano foi até a escola e relatou a BandNews FM o desespero das pessoas nas  logo após o ocorrido:

Durante a ação, houve correria e desespero para os estudantes escaparem dos atiradores. Alguns deles chegaram a pular o portão da escola; outros correram pelas saídas. A ouvinte Mayara, que mora em frente ao local, diz que abriu as portas de casa para quatro adolescentes se abrigarem:

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Renato Swensson Neto, passou orientações aos pais de estudantes agora há pouco:

Um ouvinte da Rádio BandNews FM viu por câmeras de segurança o momento da chegada dos atiradores.Dono de uma empresa que fica em frente ao local, o Ananias fala sobre a preparação dos suspeitos minutos antes do crime.

Segundo a Polícia Militar, o carro onde estavam os atiradores teria sido roubado de uma agência de veículos próxima à escola.

4 COMENTÁRIOS

  1. o comentário do vice presidente está correto, e vem a turma do lula da band news falar merda, vocês são a excremencia do jornalismo, #bolsonarotemrazao

  2. Prezado Ricardo.
    Boa tarde ! A a mim não custa lembrar-te que a palavra EXCREMENCIA não existe na língua portuguesa. Opinar é um direito estendido a todos os leitores do site da Bandnews creio eu , porém, é muito bom que todos procurem se expressar através de um texto inteligente dando enfase à grafia correta das palavras.

  3. agora vem o reporter sem etica entrevistar a noia da mae do marginal e induz a coitada a dizer que o vagabundo sofria buling. é pra acabar.

  4. Ao Sr. Reinaldo Azevedo. (sou seu admirador)
    O referendo sobre a proibição da comercialização de armas de fogo e munições, ocorrido no Brasil a 23 de outubro de 2005.
    O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”. Os eleitores puderam optar pela resposta “sim” ou “não”, pelo voto em branco ou pelo voto nulo.
    O jornalista Reinaldo Azevedo defendeu o “NÃO”. (Wikipédia).
    “Seria um tiro no pé o posicionamento do nosso ancora após o Massacre de Suzano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome