O professor da FAU/USP José Eduardo de Assis Lefevre diz que o incêndio na Catedral de Notre Dame traz perdas significativas para a história da arquitetura mundial.

Em entrevista à BandNews FM, ele disse que a igreja faz parte da segunda geração de construções do estilo gótico e que as obras das torres duraram cerca de 100 anos para serem finalizadas.

O professor explica que boa parte da estrutura é feita de pedras e vidros, mas que o telhado foi construído com madeira, o que favorece as chamas.

Catedral de Notre-Dame/Paris

José Eduardo de Assis Lefevre disse ainda que igrejas como as de Minas Gerais, construídas inteiramente com madeira, tendem a registrar incêndios por causa de velas, o que, segundo ele, não deve ser o caso da de Notre Dame.

Ele afirma que o problema pode ter sido no circuito elétrico, como ocorreu no Museu Nacional no Rio de Janeiro.

Ouça a entrevista na íntegra:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome