A Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas confirma quinze mortes no Complexo Penitenciário Anísio Jobim durante uma briga entre detentos.

A SEAP disse ainda que a briga começou no horário de visita e algumas mortes ocorreram na frente das famílias. De acordo com o órgão, ninguém fugiu do local.
O Compaj foi palco de um massacre em Janeiro de 2017 que resultou na morte de 56 pessoas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome