O número de fumantes no Brasil vem caindo nos últimos anos graças a políticas públicas que incentivam a redução do consumo de cigarros. Em 1989, 35% da população fumava. Atualmente, a parcela é de 15%, ou seja, ainda são 30 milhões de dependentes.

No Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado hoje, um alerta: Enquanto a Organização Mundial da Saúde recomenda o aumento de preços e impostos de cigarros como a medida mais eficaz para redução do consumo, o Ministério da Justiça estuda fazer o contrário, diminuir o preço dos impostos. A discussão é considerada um retrocesso por agentes da saúde.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome