O escritório de advocacia contratado pela mulher que acusa o jogador Neymar de estupro teria rescindido o contrato com a cliente alegando que ela relatou para os advogados que havia sofrido uma agressão, mas não mencionou estupro. As informações são da TV Globo.

Segundo a reportagem, a mulher relatou à empresa Fernandes e Abreu Advogados, que “a relação mantida com Neymar Jr. foi consensual, mas que durante o ato ele havia se tornado uma pessoa violenta”.

A Confederação Brasileira de Futebol reforçou o pedido de adiamento do depoimento do atacante Neymar, feito pela defesa do atleta. Ele foi intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a prestar esclarecimentos sobre a divulgação de conversas e imagens íntimas de uma mulher que acusa o jogador de estupro.

O depoimento está marcado para sexta-feira, o que poderia atrapalhar a preparação para o amistoso contra Honduras no domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. As autoridades estiveram na Granja Comary hoje de manhã, enquanto o técnico Tite concedia entrevista coletiva.

Em entrevista ao Aqui na Band, o pai de Neymar disse preferir uma acusação de “crime de internet” a uma de estupro:

O pai do jogador voltou a afirmar que o filho está tranquilo e negou que o jogador tenha violentado a jovem. O caso teria acontecido em Paris, após o atleta pagar a viagem e a hospedagem da mulher.

O Boletim de Ocorrência foi feito na última sexta-feira em São Paulo. Segundo Neymar “Pai”, a jovem teria tentado filmar o atleta em um segundo encontro, o que o deixou nervoso:

Para se defender publicamente, o camisa 10 da seleção brasileira publicou um vídeo nas redes sociais. Neymar mostrou conversas e fotos íntimas da jovem, cobrindo apenas o rosto.

Por isso, ele se tornou alvo de um inquérito aberto pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática no Rio de Janeiro.

Em entrevista coletiva, Tite afirmou que não fará julgamento e garante estar concentrado em fazer o melhor pela seleção brasileira na Copa América.

A BandNews FM entrou em contato com o professor titular de Direito Penal da USP, Sérgio Salomão Shecaira, e esclareceu alguns pontos. Ele falou sobre a relação entre Neymar e a jovem após o ato.

Patrocinadora de Neymar desde o começo da carreira dele, a Nike enviou um comunicado à imprensa dizendo: “Estamos profundamente preocupados com essas acusações e seguimos acompanhando de perto a situação”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome