Pela primeira vez em oito anos, o esperado encontro irá acontecer. Na próxima sexta-feira (7), Roger Federer e Rafael Nadal entrarão na quadra Philippe Chatrier para decidir uma vaga na final de Roland Garros.

As duas lendas do tênis superaram os rivais das quartas de final nesta terça-feira de modos distintos. Enquanto o espanhol passeou diante do japonês Kei Nishikori em sets diretos (6-1, 6-1 e 6-3), o suíço encontrou mais resistência diante do compatriota Stanislas Wawrinka e acabou cedendo um set, além de ter superado dois tie breaks.


Nas últimas temporadas, Federer evitou competir no circuito de saibro para não se desgastar tanto, ficando fora inclusive do Grand Slam francês. Para ele, encarar o principal rival, 11 vezes campeão nesta terra batida, é motivo de entusiasmo.

“Quando eu voltei a jogar no saibro, sabia que enfrentaria ele em algum momento no caminho para a final do torneio, porque ele é forte a esse ponto. Não voltei esperando evitá-lo, mas sim querendo enfrentá-lo, porque o caminho do título passa por ele”, disse Federer.


Números de Nadal 

São 93 partidas, com 91 vitórias, apenas duas derrotas e 11 títulos conquistados. No saibro, são 13 vitórias de Nadal contra 2 de Federer, atual terceiro colocado do ranking mundial.

Em RG
O “Fedal” aconteceu cinco vezes no famoso saibro de Paris, com cinco vitórias para o espanhol. Federer ganhou apenas três sets e perdeu 15 contra o rival no torneio.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome