Foto: Agustin Marcarian/Reuters

O Banco Central nega ter projetos ou estudos sobre a criação de uma moeda em comum entre Brasil e Argentina. Essa possibilidade foi discutida pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante encontros ontem na Argentina. A moeda poderia se chamar “peso real”. A ideia já foi criticada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Nesta manhã, o deputado questionou a possibilidade: “Será? Vai desvalorizar o real? O dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não.” O Banco Central brasileiro se manifestou por nota hoje de madrugada. A autoridade monetária disse que existe apenas, como é natural na relação entre parceiros, diálogos sobre a estabilidade macroeconômica, bem como sobre a redução de riscos e vulnerabilidades.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome