Foto: site 4gnews

O Senado deve derrubar parte das propostas do governo que alteram o Código de Trânsito. Segundo a colunista da BandNews FM Mônica Bergamo, os senadores receberam o projeto com resistência e o presidente da casa, Davi Alcolumbre, já encomendou um parecer sobre as alterações previstas.

A BandNews FM conversou com o Observatório Nacional de Segurança Viária, que analisa o projeto e avalia os pontos positivos e negativos. O presidente da organização, José Aurélio Ramalho, ressalta que o mais importante para evitar mortes no trânsito é ter uma fiscalização eficiente.

Ele explica que o Observatório quer participar de forma propositiva, pensando em alternativas aos trechos que considerar que devem ser revistos.

Ramalho chamou atenção para um dos pontos do projeto com maior repercussão, a flexibilização da penalidade para o uso da cadeirinha para transportar crianças no carro.

No Congresso, parlamentares tem afirmado, nos bastidores, que esse ponto deve ser rejeitado. Na transmissão semanal que faz ao vivo na internet, o presidente Jair Bolsonaro defendeu as mudanças nas leis de trânsito, inclusive o trecho que diz respeito ao uso da cadeirinha.

O presidente entregou pessoalmente o projeto de lei à Câmara na última terça-feira; o texto ainda será discutido por deputados e senadores.

3 COMENTÁRIOS

  1. Pelo menos 10 mortes no “caminho de tropas” que é a estrada que leva a Campos do Jordão. Não por coincidência, antiga extensão que levava ao litoral e se transformou na Tamoios (outro caminho de tropas que foi asfaltado), que matou há poucos anos, mais de 15 Estudantes, que voltavam para casa, também no litoral. 40 anos de Tucanato. MAIO AMARELO. Mas privatiza, que melhora. Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome