Seis meses depois do rompimento da barragem da Vale no Córrego do Feijão, em Brumadinho, 22 pessoas ainda estão desaparecidas. A lama que escorreu por 10 quilômetros até o rio Paraopeba destruiu o que havia no caminho e deixou 248 mortes confirmadas até agora.

A BandNews FM voltou a Brumadinho e conta, a partir de hoje, em uma série especial de reportagens, como estão a cidade, as famílias atingidas, o rio e o que esperar para o futuro.

Confira mais detalhes:

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome