Após pressão dos caminhoneiros, ​a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a ANTT, suspendeu, nessa segunda-feira, a ​nova tabela de frete do transporte rodoviário de cargas. A decisão atende a pedido do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, diante do descontentamento da categoria com o novo piso mínimo para a contratação do frete.

A reclamação é a de que os valores ficaram baixos. Para suspender o novo tabelamento, a justificativa da ANTT foi a possível repetição da greve nacional dos caminhoneiros que parou o país no ano passado.

Confira mais detalhes:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome