Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagra hoje a fase 62 da Operação Lava Jato, denominada Rock City. São cumpridos um mandado de prisão preventiva, 5 de prisão temporária e 33 de busca e apreensão em 15 diferentes municípios em São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A nova etapa apura o pagamento de propinas dissimuladas na forma de doações de campanha eleitoral realizada por empresas do grupo investigado – que não teve ainda o nome divulgado – que teria auxiliado a Odebrecht a pagar valores ilícitos de forma oculta por meio da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior.

De acordo com as apurações, um dos executivos da empresa regularizou em 2017, mediante apresentação de declaração falsa, R$ 1,4 bilhão. Os valores podem ter sido provenientes da prática de “caixa dois” na empresa. O esquema seria viabilizado pelos integrantes do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, o conhecido departamento de propinas.

A suspeita é que offshores relacionadas ao grupo realizavam – no exterior – transferências de valores disponibilizando dinheiro em espécie no Brasil para realização de doações eleitorais.Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal no Paraná, onde serão interrogados. Uma coletiva de imprensa será realizada às 10h da manhã.

1 COMENTÁRIO

  1. Enquanto tem pessoas querendo e nao terao sucesso atrapalhar a lava jato atraves de montagem a lava jato esta a toda forca prendendo mais ladrao. VAI EM FRENTE LAVA JATO O POVO BRASILEIRO DO BEM AGRADECE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome