Continuam as investigações de um ataque a tiros dentro de uma loja da rede Walmart em El Paso, no Texas. Segundo o governo do estado, 20 pessoas morreram e 26 ficaram feridas neste sábado (03). O agressor, identificado como Patrick Crusius, tem 21 anos e está preso. 

Ele entrou no comércio armado com um fuzil e começou os disparos. Testemunhas relataram o terror em vídeos publicados na internet. O governador do Texas, Greg Abott, afirmou que este sábado foi um dos dias mais violentos da história do estado. Em um comunicado à imprensa realizado junto com outras autoridades, o republicano pediu união para dar suporte às famílias dos 20 mortos e 26 feridos.

O agente do FBI que acompanha o caso, Emmerson Buie, destacou que as investigações ainda estão começando. Segundo ele, outros escritórios estão envolvidos no caso.

Autoridades apuram mensagens racistas que o atirador teria postado na internet antes do ataque. Um texto atribuído a Patrick Crusius diz que o crime seria uma resposta à “invasão hispânica no Texas” – o local é próximo à fronteira com o México. 

O presidente do país latino – Andrés López Obrador – confirmou que três mexicanos morreram e seis ficaram feridos. Até o momento, não há informações sobre vítimas brasileiras.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome