“O fruto não cai longe do pé”. Essa máxima, que é usada para justificar as semelhanças familiares, está distante de ser uma verdade absoluta. A chegada de um filho envolve inúmeras expectativas, sonhos… Mas é preciso entender que quase sempre a realidade não será como planejamos. Aliás, como quase tudo na vida.

E é isso que mostra o documentário “Longe da árvore: pais, filhos e a busca da identidade”. O filme é uma adaptação da obra homônima, que já foi premiado mais de 50 vezes nacional e internacionalmente, do autor Andrew Solomon. O longa fala de tolerância e resiliência nas relações familiares.

Até a próxima dica!

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome