Foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA

Após dois dias de paralisação, que impediram os times até de treinar, a Copa Libertadores Feminina volta a ser disputada hoje no Equador. Dois brasileiros estão na briga pelo título do torneio sul-americano, o Corinthians e a Ferroviária de Araraquara.

A competição havia sido interrompida por falta de segurança para os clubes em meio aos protestos contra o governo do presidente do país Lenín Moreno, que havia retirado o subsídio dos combustíveis, fazendo os preços mais que dobrarem.

As manifestações fizeram com que o governo equatoriano mudasse a capital de Quito para Guayaquil e instaura-se um toque de recolher. Após negociações, Moreno recuou e, ontem, revogou a medida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome