Sobe para 13 o número de mortos por causa do sarampo no estado de São Paulo em 2019. A vítima mais recente da doença é uma mulher, de 25 anos de idade, moradora de Franco da Rocha, na região metropolitana da capital.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a paciente não tinha histórico de vacinação e apresentava condições de risco. Entre as condições de risco está sofrer de doenças crônicas como diabetes e hipertensão ou ser uma pessoa imunodeprimida.

Até o momento, o estado de São Paulo já tem mais de 9.700 casos confirmados de sarampo, sendo que 56% estão concentrados na capital paulista.

Na sexta-feira (25), termina a primeira fase da nova campanha de vacinação voltada para crianças de 6 meses a 5 anos de idade. A segunda etapa terá os jovens de 20 a 29 anos como alvo e será realizada entre os dias 18 e 30 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome