Schvartsman durante sessão da Comissão Externa de Brumadinho no Senado. (Foto: Pedro França/Agência Senado)

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) de Brumadinho recomendará o indiciamento do ex-presidente da mineradora Vale Fabio Schvartsman por homicídio doloso, quando há intenção de matar, pelas mortes decorrentes do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais.

A informação foi antecipada à Rádio BandNews FM pelo relator da CPI que investiga a tragédia, o deputado federal Rogério Correia (PT-MG).

O texto final da comissão será lido hoje e trará o indiciamento de outras 21 pessoas. A tragédia em janeiro deste ano matou mais de 250 pessoas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome