O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, ainda não tem previsão de alta após a equipe médica do Hospital Sírio Libanês detectar um coágulo no coração. A falha foi encontrada durante a realização de um exame hoje de manhã.

Na última quarta-feira, Covas terminou a primeira sessão de quimioterapia após descobrir um câncer na região intestinal.

Embora esteja internado, ele continua no comando da prefeitura e não há previsão que ele se licencie do cargo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome