Foto: Douglas Magno/AFP Photo

O crime da mineradora Samarco em Mariana, em Minas Gerais, quando a lama tóxica varreu o distrito mineiro de Bento Rodrigues e deixou 19 mortos, completa quatro anos nesta terça-feira (04) sem que nenhum dos atingidos tenha voltado para casa de forma definitiva.

A reconstrução da comunidade mais afetada pelo rompimento da barragem está atrasada e só deve ficar pronta em agosto do ano que vem, sob pena de multa judicial. Cerca de 700 mil pessoas foram afetadas pela tragédia e têm direito à indenização.

Ouça o primeiro capítulo da reportagem especial sobre a tragédia preparada pela equipe da Rádio BandNews FM em Belo Horizonte:

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de uma reportagem comparando a prisão tão fácil e bem divulgada no rádio e tv dos pobres coitados que queriam aproveitar e tirar vantagem da tragédia da barragem da vale quando eles falsificaram documentos e foram criminalizado por falsidade ideológica para ganhar uns miseros reais . E a dificuldade das mesmas pessoas em prender pessoas que tbem falsificaram documentos só que um agravante provocaram uma trajedia jamais vista no país matando centenas de pessoas. Mostrem se tem realmente o compromisso de fazer um noticiário sério essa comparação mostrando que aqui nesse país as pessoas não são iguais porque se não pode prender esses grandes criminosos porque prender os pobres coitados que queriam tirar proveito da tragédia e ficaram mais criminosos do que quem provocou a trajedia

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome