(Foto: Reprodução)

Onze vereadores de Santa Rita, município da Grande João Pessoa, são presos em flagrante durante a madrugada quando retornavam de uma viagem a Gramado, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba, eles teriam forjado um congresso para justificar o deslocamento para a cidade gaúcha.

A logística chamou a atenção da polícia e do MP, já que a organizadora do evento é uma empresa do Sergipe e a carga horária era muito baixa.

Segundo as investigações, o grupo passou quatro dias no Sul e gastou R$ 69 mil com diárias.

Os parlamentares estão na Central de Polícia de João Pessoa.

Além do Gaeco, a Operação Natal Luz contou com a participação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado, Delegacia de Combate à Corrupção, Polícia Civil de Sergipe e Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Os 11 parlamentares que viajaram a Gramado com diárias pagas pelos cofres públicos foram o presidente da Câmara Anésio Miranda, e os vereadores Brunno Filho de Cicinha, Cícero Medeiros, Sérgio Confecções, Rosa do Vaqueiro, João Grandão, Francisco Queiroga, Marcos Farias, Galego do Boa Vista, Diocélio de Várzea Nova e Ivonete Barros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome