Com a chegada do período chuvoso, o Corpo de Bombeiros reforça as orientações para que a população não se abrigue ou circule perto de árvores – durante os temporais. Elas podem atrair raios e colocar os pedestres em risco.

Segundo o capitão e porta-voz da corporação Marcos Palumbo, também é preciso cuidado com os postes de energia:

Desde o começo deste ano já foram mil 366 atendimentos a casos de queda de fiação elétrica em São Paulo. Na última terça-feira, um desses cabos vitimou a copeira Maria Aparecida Cardoso, de 40 anos.

Ela voltava do trabalho, durante as fortes chuvas que atingiram a capital paulista, quando encostou em um fio que se soltou de um poste no Capão Redondo, na Zona Sul. As equipes de socorro chegaram a ser acionadas, mas a mulher não resistiu aos ferimentos.

A Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica, afirmou, por meio de nota, que está contribuindo com as autoridades para apuração da morte de Maria Aparecida Cardoso e que ofereceu assistência à família da vítima.

O Procon notificou a empresa para prestar esclarecimentos até sexta-feira. Com relação às árvores, ontem, foram 25 quedas em São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, boa parte dos trabalhos foi motivada pelas chuvas da última terça-feira.

À noite, uma árvore caiu na Avenida Brigadeiro Luís Antonio, no sentido bairro, junto à Avenida Brasil. Mais cedo, durante a tarde, outra queda de árvore bloqueou totalmente a Avenida Rebouças, na altura da Rua Oscar Freire, no sentido Centro.

No sentido contrário, duas faixas foram interditadas. Segundo o capitão Marcos Palumbo, uma vítima precisou de atendimento:

O capitão Marcos Palumbo lembra, ainda, da importância de acionar as autoridades caso uma árvore com risco de queda seja identificada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome