O nosso colunista de viagens Ricardo Freire está rodando o Nordeste para acompanhar os impactos da chegada do óleo ao litoral brasileiro.

Durante esta semana, ele tem dedicado as colunas para falar da situação e dos impactos para quem vive do turismo e para quem pretende visitar a região em breve.

O colunista da BandNews FM começou esse tour no Nordeste pelo extremo sul da Bahia e conversou conosco sobre a situação que tem encontrado.

Nesta semana, nosso colunista está na cidade de Ilhéus, no sul baiano, de onde é possível avistar pequenos fragmentos do óleo.

Até agora, ele não passou por nenhuma praia que tenha recebido um grande volume do vazamento:

Com a proximidade das férias e do verão, muita gente que pretende visitar o Nordeste está em dúvida se faz ou não a viagem.

O nosso colunista afirma que essa é uma avaliação pessoal, mas destaca que é impossível prever se as praias terão ou não óleo.

Claro que o principal impacto do maior desastre ecológico no litoral brasileiro é para quem vive do turismo ou do mar, como os trabalhadores de hotéis, pousadas e barracas de praia, além dos pescadores.

O governo brasileiro afirma que monitora a situação e ressalta que ainda não é possível prever se as manchas vão chegar a outras praias ou a outras regiões do litoral brasileiro.

Mais de 380 praias nordestinas foram atingidas pelo óleo.

 

Confira o vídeo completo do nosso colunista Ricardo Freire:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome