O advogado e professor de Direito da FGV Davi Tangerino afirma que a possibilidade de retorno do ex-presidente Lula para a cadeia, no âmbito da Lava Jato, só pode se dar em duas situações: trânsito em julgado com análise do processo no Supremo Tribunal Federal ou a aprovação de uma PEC, no Congresso, determinando a prisão após condenação em segunda instância.

O jurista participou do BandNews FM em Alta Frequência e conversa com os apresentadores Débora Alfano e Ivan Brandão, em São Paulo, além de Lenise Klenk, em Curitiba. O professor afirmou também que o voto do ministro do STF Dias Toffoli deu uma sobrevida à discussão sobre a prisão após condenação em segunda instância ao cogitar uma possível mudança no artigo 283 do Código de Processo Penal pelo Congresso.

Para o doutor em direito pela USP, mesmo com a decisão do Supremo que permitiu à soltura do presidente Lula, esse debate poderá seguir no futuro:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome