(Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro assina uma medida provisória que extingue o seguro obrigatório DPVAT e o DPEM a partir de 2020. O primeiro indeniza vítimas de acidente de trânsito, enquanto o segundo vítimas de danos causados por embarcações.

A MP entra em vigor assim que for publicada no Diário Oficial da União, porém, se não for aprovada pelo Congresso em 120 dias perde a validade.

De acordo com o governo, a medida não vai desamparar os cidadãos em caso de acidentes, já que o SUS presta atendimento gratuito e universal na rede pública.

Os acidentes ocorridos até 31 de dezembro ainda seguem cobertos pelo DPVA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome