Continuam as investigações sobre a morte de quatro moradores de rua em Barueri, na Grande São Paulo. Outras quatro vítimas estão internadas em estado grave.

Um dos sobreviventes disse que ganhou uma garrafa de bebida alcoólica de um desconhecido, na região da Cracolândia, no centro da capital paulista.

Em entrevista à Band, o prefeito da cidade, Rubens Furlan, disse que eles começaram a passar mal logo que consumiram o produto ontem de manhã:

Também em entrevista à Band, a secretária de Segurança da cidade, Regina Mesquita, afirmou que o produto que as vítimas ingeriram está sendo analisado.

Ela explicou que, por enquanto, assim como afirmou a testemunha, tudo indica que a garrafa tenha sido entregue a um dos moradores de rua em São Paulo e não em Barueri:

O delegado titular da Delegacia Central de Barueri, Anderson Gianpaoli, disse que as vítimas apresentaram diversos sintomas, como tremor, taquicardia e pupilas dilatadas.

De acordo com ele, tanto a perícia como os depoimentos dos sobreviventes serão essenciais para indicar a autoria do crime:

Pai de uma das vítimas, Oswaldo Gonçalves disse que a família lutou muito para tentar tirar o filho Marlon, de 39 anos, da vida nas ruas:

A Cracolândia, onde a garrafa teria sido entregue a uma das vítimas, fica a 25 quilômetros do local onde os moradores começaram a passar mal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome