(Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro vai reabrir a investigação sobre o patrimônio do policial militar reformado Ronnie Lessa, preso acusado de matar a vereadora Marielle Franco.

O Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro havia paralisado 147 investigações sobre movimentações consideradas atípicas pelos órgãos de controle depois de uma liminar do ministro Dias Toffoli, do STF. A informação foi confirmada pela BandNews FM.

Ontem, o STF autorizou o compartilhamento de dados bancários e fiscais suspeitos mesmo sem autorização judicial. Segundo a Polícia Civil, as investigações serão reabertas para tentar identificar se o duplo assassinato ocorrido em março de 2018 teve mandantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome