Foto: Christyam de Lima / Futura Press

A 1ª Vara Federal Cível do Distrito Federal determina que a Polícia Rodoviária Federal volte a usar radares móveis na fiscalização de rodovias federais. A decisão é do juiz Marcelo Gentil Monteiro e atendeu um pedido do Ministério Público Federal.

A determinação é de que em 72 horas a PRF restabeleça integralmente a fiscalização eletrônica por meio dos radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais.

A decisão é temporária e suspende portaria publicada em agosto, quando o presidente Jair Bolsonaro ordenou que o Ministério da Justiça suspendesse o uso dos equipamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome