A Secretaria Municipal de Saúde confirma a morte do morador de rua que teve 70% do corpo queimado na Zona Leste de São Paulo.

Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, estava internado em estado grave no Hospital Municipal do Tatuapé. O morador dormia na rua quando foi atacado na madrugada de sábado para domingo.

Imagens de câmeras de segurança mostram um homem, ainda não identificado, ateando fogo à vítima. A polícia procura pelo suspeito de atear fogo em um morador de rua no bairro de Mooca, na zona leste de São Paulo.

O caso agora será investigado como tentativa de homicídio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome