A Seguradora Líder, administradora do DPVAT (Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres) vai informar nesta sexta-feira (10) os procedimentos para ressarcir quem já pagou o seguro obrigatório neste ano.

Ontem, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, revogou uma decisão liminar dele e manteve a redução dos valores estabelecida pelo governo.

Automóvel, táxi ou carro de aluguel, por exemplo, terá agora taxa de R$ 5,23; antes da decisão do STF, o DPVAT custava R$ 16,21. O valor para as motos, após a decisão, foi para R$ 12,25.

Ouça a reportagem de Ricardo Viula, de Brasília:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome