(Foto: AFP)

Autoridades dos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido afirmam que o Irã foi responsável pela queda do Boeing 737-800, da Ucrânia, na última quarta-feira.

O jornal The New York Times publicou ontem um vídeo que supostamente mostra o momento em que a aeronave é atingida por um míssil iraniano, que teria sido disparado por engano. A publicação garante que confirmou a veracidade das imagens e que parecem mostrar um projétil acertando o avião.

O vídeo mostra uma pequena explosão na área onde o avião parou de transmitir sinais antes de cair, mas a aeronave continua voando por vários minutos.

O primeiro-ministro do Canadá Justin Trudeau afirmou ter recebido informações de que a aeronave comercial foi derrubada pelo Irã. Em discurso, ele defendeu uma ampla investigação internacional.

 

Já o presidente dos Estados Unidos disse que um erro pode ter sido cometido durante a queda. Em coletiva de imprensa na Casa Branca, Donald Trump declarou que tem um pressentimento terrível sobre o incidente:

 

Segundo a agência Reuters, fontes do governo americano e autoridades ucranianas acreditam que o avião foi derrubado por um míssil do Irã.

Já o chefe de aviação do Irã, Ali Abedzadeh, afirmou que “cientificamente, é impossível que um míssil tenha atingido” o avião ucraniano que caiu em Teerã deixando 176 mortos e que rumores de que o avião foi atacado “não têm lógica”.

Ele defendeu que, “se um foguete ou um míssil atinge um avião, ele cai em queda livre”. Um relatório inicial da autoridade iraniana de aviação civil divulgado ontem informou que o avião pegou fogo antes de cair.

Segundo regras internacionais, podem participar da investigação sobre a queda o Irã, por ser o local do acidente, a Ucrânia, como emissora do certificado de voo, e a França, como fabricante de motores de aeronaves.

O governo iraniano afirmou que a Boeing foi comunicada para enviar representante a participar da investigação, mas que a empresa, com sede nos Estados Unidos, não poderia cooperar com os persas por imposição do governo americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome