(Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

Um novo termo de cooperação entre a Prefeitura de São Paulo e a Sabesp deve recompor cerca de 400 mil metros quadrados de asfalto em vias públicas por ano.

O acordo, assinado ontem, tem o objetivo de melhorar o serviço de recomposição asfáltica após obras da companhia, que tem a maior rede subterrânea de São Paulo. A Sabesp estima que cerca de 850 quilômetros de rede de água serão substituídos, a maior parte na capital.

O convênio vai permitir que a companhia realize os serviços em redes de água e esgoto antes do recapeamento das ruas, evitando a abertura de buracos em vias que acabaram de receber asfalto novo. O presidente da Sabesp, Benedito Braga, ressalta que a parceria vai permitir reparos mais rápidos e com maior qualidade.

 

O termo prevê que a Prefeitura compartilhe com a Sabesp a relação de ruas que serão recapeadas para que a companhia agende serviços antes do início da troca do asfalto.

A administração municipal também vai informar as vias que vão receber obras de outras concessionárias para o agendamento dos trabalhos da Sabesp na mesma data, minimizando os impactos para a cidade.

De acordo com o secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi, o asfalto é uma das áreas sensíveis para a cidade.

 

O convênio prevê ainda que a Prefeitura forneça à Sabesp três mil metros quadrados de asfalto reciclado para cobrir os buracos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome